Pular para o conteúdo principal

Exclusão x subdesenvolvimento

Um bom modo de se analisar o nível de desenvolvimento de uma nação é como essa, comporta o direito, dos chamados, segmentos minoritários. Ou seja, aqueles que não se adequam ao padrão estabelecido pelo modelo social de produção vigente. Em outras palavras, daqueles grupos de pessoas que precisam ser protegidos , seja por ser idosos, ter uma condição especial , ou algo do tipo . Embora o mundo esteja vivendo um momento de desintegração dos valores da cidadania de vários segmentos excluído pela prevalência de um radicalismo conservador um bom exemplo disso é como estar sendo tratada a reforma da previdência no Brasil e no mundo , claramente uma supressão do valor de direito do individuo em detrimento do capital. É irônico que o país onde o capital , os bancos , tem os maiores lucros, tenha o despudor de ‘cortar’ rendimentos da manutenção da vida de milhares de idosos e pessoas com doenças crônicas. Toda via, esse não o tema desse texto- no caso das pessoas com necessidade especiais essa relação entre o grau de desenvolvimento de um País e condições reais, efetivas , que pode ser concretizada na vida desse individuo é visível
Eu tive a oportunidade de viajar e de está em países do chamado ‘primeiro mundo’, e apesar de verificar no comportamento cultural da população os mesmos elementos preconceituosos de que verificamos na sociedade brasileira, há uma maturidade coletiva que faz com que a pessoa com deficiência tenha sua cidadania plenamente garantida. Essa maturidade se torna real na acessibilidade nas vias publica, nas oportunidades educacionais e produtiva ...  no Brasil, mais especificamente na nossa cidade – que a menos de um ano- promoveu uma paraolimpíada ,evento que suspostamente celebra a valorização do potencial e da superação dos limites dessas pessoas , não foi capaz de reverter um cenário de exclusão que grande parte das pessoas com deficiência vivem, na cidade paraolímpica
Na verdade, o brasileiro não consegue ver o direito, a cidadania como um valor a ser preservado .  apesar de ser simpático ao tema da inclusão das pessoas com necessidades especiais, isso é inegável, a gente está longe de transformar essa simpatia , sincera sim , há sim uma  motivação no coletivo, pela inclusão, esse motivação inicial ainda não foi capaz de se concretizar em uma ação que promova a efetiva cidadania desse segmento. O que eu percebo que o subdesenvolvimento- e não estou falando de economia , mas sim , de um núcleo cultural, relacional e de percepção do outro – no brasileiro é muito frágil e há varias explicações para esse fenômeno.
Entretanto, creio que o desafio que se põe em nossa frente é justamente virar essa chave. Mostrar a inclusão não como um ‘assunto secundário’. Mas como uma questão que configura a sociedade brasileira quanto a seu desenvolvimento sociocultural . esse é o mote a ser perseguidor a meu ver. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hospital Barata Ribeiro tem setor de odontologia para pessoas com necedades especiais

Quem tem um familiar com deficiência mental ou neurológica grave sabe bem como é importante ter um atendimento médico que respeite as limitações inerentes à deficiência desse indivíduo. No campo da odontologia, na cidade do Rio de Janeiro, essas pessoas encontram no Hospital Barata Ribeiro, um setor especializado, com um serviço que existe há 20 anos. Por dia, são atendidos cerca de 25 pacientes com deficiências graves, como por exemplo paralisia cerebral, autismo, síndrome de Down, entre outras.
A doutora Andrea Vecchiate chefia uma equipe especializada no tratamento dentário em pacientes com problemas neurológicos e psiquiátricos, que conta também com uma técnica de saúde bucal e quatro dentistas, sendo dois no ambulatório e dois no centro cirúrgico. As consultas são realizadas no ambulatório, nos procedimentos mais rotineiros e simples, ou no centro cirúrgico, com o auxílio de sedação, em casos extremos. Ela explica que um dos fatores mais importantes é o atendimento preventivo rea…

A temática ética no contexto da educação inclusiva

‘Há como se conceber uma sociedade ética sem se preocupar com a inclusão’ ?A temática do debate da pessoa com deficiência na sociedade brasileira nem sempre é vista na sua complexidade: como algo que perpassar, ou deveria , passar pelo aprofundamento ético e moral da sociedade. Me parece importante se pensar a inclusão das pessoas com deficiência como um processo “humano”, cujo não deve se ater ao espaço da experiência sociológica da escola inclusiva, apesar da relevância desse espaço, como “provocador dessa inclusão” de modo a sermos capazes de, no futuro, conceber uma ética inclusiva o assunto da inclusão não deve ser visto como um processo que começa, nem tão pouco, que se conclua no ambiente da escola. O processo do sujeito com deficiência no contexto da educação e na sociedade brasileira deve pertencer a toda a sociedade que tem que tomar para si o dever ético de promover a inclusão de todos os indivíduos. Este compromisso com o processo de inserção das pessoas com deficiências …

3º Simpósio dá show de inclusão na Lona de Guadalupe

Aconteceu na manhã dessa sexta-feira(27) o 3º Simpósio de cultura Inclusiva na Lona Cultural Municipal Terra, em Guadalupe. O evento mostrou o talento das pessoas com deficiência, com apresentações da dupla Juripoca e neném , integrantes do projeto palaçadaria e a participação  do capoeirista  Tiao Gabriel. A programação contou com a fala do jornalista e autor  Fabio Fernandes que ressaltou a importância da expressão cultural no processo inclusão das pessoas com deficiência . ‘Criar ferramentas para que a pessoa com deficiência se expresse, no cenário cultural, é possibilitar que essa pessoa exista de forma efetiva no seu núcleo social’. Disse Fabio Fernandes.
O Simpósio de cultura Inclusiva é um evento da Associação Objetivo de Deficiente  que acontece desde 2013 e nessa terceira edição contamos com a parceria da Associação Balaio cultural e o projeto ‘Artes do suburbano‘ , vencedor do premio de ações locais, da secretaria municipal de cultura . a programação com uma bela roda de cap…